Instagram Reels está aqui: o que é e como funciona

Instagram Reels está aqui: o que é e como funciona

O TikTok está arrasar. O aumento da sua utilização é inegável e as últimas notícias que recebemos é que esteve perto de derrubar o monopólio do Youtube como aplicação de vídeos, especialmente entre a Geração Z. No entanto, a rainha das redes sociais não ia ser pisada, e o Instagram respondeu com o lançamento do Instagram Reels, o seu TikTok particular.

Porque nasceu o Instagram Reels

O Instagram sabe como adaptar o sucesso à sua rede social. Já o testemunhamos em 2016, quando se inspirou no Snapchat para lançar as suas já stories.  Nessa altura, Instagram era uma rede social exclusivamente pensada para a fotografia e o Snapchat para aqueles momentos mais ‘sem filtros’ e efémeros. Posteriormente, chegaram os filtros ao Snapchat e o Instagram também os adicionou às suas stories. O resultado alcançado de acordo com o último estudo do IAB Social Networking em Espanha, o Instagram é a quarta app com mais uso e não para de crescer, enquanto o Snapchat tem permanecido mais estagnado.

Sendo este o tom habitual do Instagram, o mesmo aconteceu com o TikTok e o lançamento do Reels. Nos últimos meses, a aplicação chinesa está na boca de todos: TikTok tem sido a rede social com maior crescimento no último ano, atingindo 800 milhões de utilizadores ativos em todo o mundo. Devido ao sucesso, Zuckerberg foi uma vez mais inspirado para o  lançamento do Instagram Reels.

O que é Instagram Reels

O Instagram Reels é um novo formato da filial do Facebook recém-saído do forno: foi oficialmente lançado a 5 de agosto, embora a sua chegada já estava a ser planeada há algum tempo. 

Esta é uma funcionalidade, integrada dentro da mesma rede social, que permite aos utilizadores gravar e editar vídeos, dentro da própria aplicação, até aos 15 segundos de duração. A estes podem-se adicionar áudio (por agora só música, mas os áudios de voz não estão descartados) e efeitos. Além destas características que são permitidas no Instagram Reels, também incluíram a realidade aumentada e um temporizador. 

Está atualmente disponível em 50 países. Estes incluem-se Portugal, Espanha, os Estados Unidos, a França, o Japão e o Reino Unido. Em breve, chegará ao Brasil e à Índia, onde o seu sucesso está assegurado, uma vez que em junho o país decidiu proibir o uso do TikTok devido a problemas geopolíticos.

Como funciona

Como anteriormente mencionado, esta é uma característica que já foi integrada em todas as contas do Instagram. No entanto, para a sua utilização, é necessário atualizar a aplicação.

E no SocialPubli vamos contar-lhe o que precisa de saber para poder começar a utilizá-la. Primeiro, acede à câmara das stories e debaixo do botão, verá a opção de mudar para ‘Live’ ou ‘Reels’. Seleciona esta nova função e agora observe a margem esquerda, onde encontrará tudo o que pode fazer:

Áudio: Aqui pode selecionar a música que quer utilizar, caso assim queira. Embora, por enquanto, só haja música, quando os utilizadores começarem a postar vídeos com o próprio áudio serão adicionados às contas e, no caso de ter um perfil público, qualquer pessoa poderá utilizar esse áudio.

Efeitos: Isto é fabuloso. Na galeria de efeitos, encontrará não só os efeitos que foram criados pelo Instagram, mas todos os filtros adicionados pelos criadores de conteúdo que guardaste. O lado positivo é que estes são filtros e efeitos que já conhece.

Temporizador: Um dos conteúdos mais populares do TikTok tem sido a dança. E… como é que vai poder dançar e conseguir que a coreografia apareça se tem as mãos ocupadas? Esta pergunta foi feita pelo Instagram Reels, pelo que adicionaram uma opção de mãos livres com um temporizador e uma contagem decrescente para que possa ter o controlo de quando começa a gravar.

Alinhar: Ou, em outras palavras, editar. Antes de começar a gravar o próximo clip, pode pôr o anterior para que as transições sejam o mais naturais possível e para que tenhas um vídeo perfeito.

Velocidade: Este é outro aspeto da edição. Podes abrandar ou acelerar os teus clips para acompanhar o ritmo que queres seguir nos teus vídeos.

Além disso, Instagram Reels permite postar vídeos da tua galeria.

Partilhar e pesquisar Reels

Ao partilhar Reels, deve considerar se o seu perfil é público ou privado. Se for público, existe um espaço específico na secção “explorar” (a lupa no menu), onde todos os utilizadores o poderão ver. Para o partilhares com os teus seguidores, podes publicá-los no Feed ou através dos stories. Há que ter em conta, tal como no TikTok, se usar um áudio público, todos os utilizadores poderão ver o teu vídeo, acedendo a todos os clips que usam esse som. Podes também viralizar os teus Reels com o uso de hashtags.

Em caso de ter uma conta privada, a privacidade dos teus Reels será a mesma que o resto do teu perfil. Assim, só os teus followers o podem ver. Além disso, os teus áudios originais não poderão ser utilizados por outros e, os teus áudios originais não poderão ser utilizados por outros. Os mesmos podem ser partilhados através de stories (que desaparecerão em 24h) ou guardados. Caso queiras publicá-lo no feed, deverás indicá-lo. Caso contrário, não tens que te preocupar, aparecerá um tabuleiro de Reels, como o da IGTV, onde se guardam todos. 

Instagram Reels vs TikTok

Quando o TikTok entrou na nossa vida, foi praticamente do zero: teve que ganhar utilizadores de forma orgânica. Contudo, dado que os Reels são uma característica incluída no Instagram, como afirmamos anteriormente, todos os utilizadores serão também Reels. É por isso que, na sua primeira semana de vida, Instagram Reels já tem mais de um bilião de utilizadores mensais, segundo a Hootsuite. Um número que o TikTok terá dificuldade em atingir.

Para além disso, a Reels tem a aprovação de Donald Trump. Recordemos que nos últimos dias a Microsoft confirmou que quer comprar o TikTok em setembro. Isto seria a única coisa que impediria a proibição da aplicação pelo presidente dos Estados Unidos.

Se a 15 de setembro a subsidiária americana do TikTok não tiver sido comprada por nenhuma empresa dos Estados Unidos, a proibição torna-se oficial. Seria um grande golpe para a aplicação chinesa, uma vez que perderia 100 milhões de utilizadores. E uma nova oportunidade para a Instagram Reels, que seria o lugar onde, inevitavelmente, acabariam os utilizadores de TikTok do país.

Por isso, se és utilizador de Instagram e segues influencers, deves ter visto que está muito na moda criar TikToks, publicá-los, e posteriormente convidar os seguidores de Instagram a ver o vídeo na aplicação chinesa. 

Mas… e se o processo fosse simplificado e tudo pudesse ser feito numa única aplicação? São poucas as pessoas que renunciaram  esta comodidade, pelo que o Instagram Reels ganha adeptos ao simplificar os processos.

Com todos estes dados em cima da mesa, quem pensas que ganhará a batalha? Será que a Instagram comerá o TikTok como fez com o Snapchat? Provavelmente não vai demorar muito até descobrirmos.

This post is also available in: EN

Post a Comment

7 + 6 =